Por favor vire o ecrâ na vertical para visualizar o website

INICIAR SESSÃO

REGISTAR

REPOSITÓRIO

METEOROLOGIA

Sexta-feira

Data: 2021-04-30

Max: 18ºC

Min: 8ºC

Sábado

Data: 2021-05-01

Max: 17ºC

Min: 5ºC

Domingo

Data: 2021-05-02

Max: 18ºC

Min: 7ºC

ENVIE PARA O JORNAL METEOROLOGIA ÚLTIMAS + LIDAS + PARTILHADAS HISTÓRICO DE NEWSLETTERSASSINATURA DIGITALINICIAR SESSÃOREGISTAR HISTÓRIA E ESTATUTO EDITORIAL POLITICA DE PRIVACIDADE / TERMOS DE USO FICHA TÉCNICA RELATÓRIO ANUAL DE GOVERNO SOCIETÁRIO
FECHAR

SOCIEDADE

Prémio Envelhecimento Activo distingue aguedense Levi Guerra

2015-09-16 11:29:33

Foto SP

Prémio Envelhecimento Activo distingue aguedense Levi Guerra

A APP - Associação Portuguesa de Psicogerontologia atribuiu o Prémio Envelhecimento Activo Maria Raquel Ribeiro, categoria de Ciência e Investigação, ao médico aguedense Levi Eugénio Ribeiro Guerra.
O prémio instituido pela APP, e que tem o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e da Fundação Montepio, tem por objectivo reconhecer a vida activa e participação social de pessoas com 80 ou mais anos de idade, que desenvolvam actividade profissional ou cívica relevante, em diversas categorias interventivas, e continuem a influenciar de modo construtivo a sociedade portuguesa.
Para além do médico aguedense Levi Guerra, de 84 anos de idade, foram também distinguidas as seguintes personalidades: Cesaltina dos Santos Lopes Camilo(Intervenção Social), Glória de Matos (Arte e Espetáculo), Pedro António Vasconcelos (Política e Cidadania), Maria Luiza Pedro (Ética e Saúde) e Vicente Borges de Sousa (Família e Comunidade).
A cerimónia de atribuição dos galardões relativos à 4ª. edição do Prémio Envelhecimento Activo Maria Raquel Ribeiro, está marcada para 1 de Outubro (Dia Internacional das Pessoas Idosas), às 15 horas, no Espaço Santa Casa, no Campo Santa Clara, em Lisboa.

Levi Guerra, uma
referência da medicina
Levi Eugénio Ribeiro Guerra nasceu em Águeda a 19 de Setembro de 1930 (completa 85 anos no próximo sábado).
Licenciou-se em Medicina no ano de 1955, e tornou-se Professor Catedrático de Medicina Interna na Faculdade de Medicina do Porto, em 1981.
No âmbito do desenvolvimento da sua carreira hospitalar, realizou vários estágios em centros de tratamento estrangeiros reconhecidos a nível internacional, em França e nos Estados Unidos.
No ano de 2013, foi distinguido com o Prémio Nacional de Saúde, por se tratar, segundo o júri, “de uma personalidade que contribuiu inequivocamente para ganhos em saúde”, ao ter um papel fundador e divulgador da diálise renal nas regiões do norte e centro do país.