Por favor vire o ecrâ na vertical para visualizar o website

INICIAR SESSÃO

REGISTAR

REPOSITÓRIO

METEOROLOGIA

Sexta-feira

Data: 2020-07-03

Max: 25ºC

Min: 11ºC

Sábado

Data: 2020-07-04

Max: 30ºC

Min: 12ºC

Domingo

Data: 2020-07-05

Max: 34ºC

Min: 16ºC

ENVIE PARA O JORNAL METEOROLOGIA ÚLTIMAS + LIDAS + PARTILHADAS HISTÓRICO DE NEWSLETTERSASSINATURA DIGITALINICIAR SESSÃOREGISTAR HISTÓRIA E ESTATUTO EDITORIAL POLITICA DE PRIVACIDADE / TERMOS DE USO FICHA TÉCNICA RELATÓRIO ANUAL DE GOVERNO SOCIETÁRIO

SOCIEDADE

Câmara vai reabrir vários serviços de forma gradual

2020-06-09 09:23:46

FOTO SP

Câmara vai reabrir vários serviços de forma gradual

A Câmara Municipal de Águeda anunciou que vai reabrir, de forma gradual, vários serviços públicos, passada a fase mais crítica (espera-se!) da pandemia da COVID-19.

Assim, o Centro de Juventude de Águeda e o Posto de Turismo reabrirão portas no dia 15 de Junho; e o Centro de Artes de Águeda no dia seguinte (16). A autarquia anunciou, também, a reabertura do Centro de BTT e do Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga, mas não apontou datas.
Na passada sexta-feira, dia 5 de Junho, já reabriu a Biblioteca Municipal Manuel Alegre, e no sábado, dia 6, voltou a realizar-se a Feira Semanal. Recorda-se que o Mercado Municipal nunca deixou de funcionar nos estados de alerta e de emergência, nem na situação de calamidade.
“Sempre defendemos que os serviços públicos são os últimos a encerrar, pelo que permanecemos activos e a prestar todo o apoio aos cidadãos, nas diferentes áreas de intervenção, seja cultural, social ou económica”, disse Jorge Almeida, salientando que só por determinação governamenta é que foram encerrados alguns serviços.
Não obstante a reativação do atendimento ao público de vários serviços, todas as normas de segurança e higienização aconselhadas pelas autoridades de saúde devem continuar a ser observadas.
Tendo em linha de conta as mais recentes directrizes das autoridades de saúde, a Câmara Municipal de Águeda decidiu permitir também a realização de ajuntamentos de pessoas que não impliquem uma aglomeração superior a 20 cidadãos.