Por favor vire o ecrâ na vertical para visualizar o website

INICIAR SESSÃO

REGISTAR

REPOSITÓRIO

METEOROLOGIA

Sexta-feira

Data: 2021-09-17

Max: 24ºC

Min: 14ºC

Sábado

Data: 2021-09-18

Max: 23ºC

Min: 12ºC

Domingo

Data: 2021-09-19

Max: 22ºC

Min: 12ºC

ENVIE PARA O JORNAL METEOROLOGIA ÚLTIMAS + LIDAS + PARTILHADAS HISTÓRICO DE NEWSLETTERSASSINATURA DIGITALINICIAR SESSÃOREGISTAR HISTÓRIA E ESTATUTO EDITORIAL POLITICA DE PRIVACIDADE / TERMOS DE USO FICHA TÉCNICA RELATÓRIO ANUAL DE GOVERNO SOCIETÁRIO
FECHAR

SAÚDE

Subida de casos de COVID-19 deixa Águeda em estado de alerta

2021-06-23 09:00:00

Subida de casos de COVID-19 deixa Águeda em estado de alerta

O Governo colocou em alerta 20 concelhos portugueses, entre os quais Águeda, devido à escalada de novos casos de COVID-19.

O anúncio foi feito pela Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na passada quinta-feira, 17 de Junho, e impõe uma vigilância mais apertada por parte das autoridades nos municípios em causa.
Para lá de Águeda, estão em alerta os municípios de Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.
Ou seja, Águeda é o único concelho do continente, a norte do Sardoal, distrito de Santarém, em pleno Ribatejo, que se encontra em estado de alerta.
O município registou 17 novos casos entre 11 e 18 de Junho e fechou a semana passada com 40 infectados activos. A incidência cumulativa é, agora, de 115,02 por 100 mil habitantes (52 casos nos últimos 14 dias).
Em pior situação encontram-se os territórios de Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Lisboa, Loulé, Odemira, Sertã, Sintra e Sesimbra, que não acompanham o país no desconfinamento, por terem registado, em duas avaliações consecutivas, incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes.